16/01/2016

Entrevista na minha cidade natal

Essa semana saiu uma entrevista que dei em vídeo a uma mídia local da minha cidade natal - Raul Soares, MG. A entrevista foi feita pelo jornal O Domínio do Fato junto à Rádio Poste.

Em meio a tanta prosa bem no estilo mineiro, eu respondi algumas perguntas sobre minhas vagabundagens por aí a fora, e acabei metendo o bedelho até em política e drogas! Homofobia, questōes de identidade de gênero e diferenças culturais também foram assuntos englobados nessa conversa sobre lugares onde estive e onde meu polegar - até o momento - já me levou de #carona.

Saiu uma nota sobre esta entrevista em um jornal da cidade, clique aqui caso queira vê-la.




Seguem algumas das perguntas respondidas nesta entrevista:

  • Há quanto tempo você viaja de carona?
  • Porque começou a pedir carona?
  • Quais foram seus primeiros destinos de carona?
  • Como você perdeu sua timidez? - pergunta não respondida, mas nem acho que sei responder essa.
  • Pedir carona é perigoso?
  • Você tem sido bem recepcionado nos lugares que vai?
  • Existe algum grupo de caroneiros? - pergunta não respondida, mas existe sim!
  • Você tem conhecido muita gente diferente?
  • Como você vê a questão do respeito a identidade de gênero e a orientação sexual lá fora (na Europa)?
  • Comente o fato de você usar maquiagens e acessórios femininos?
  • Como é o respeito lá fora (na Europa) em comparação com o Brasil?
  • Como é a questão de drogas em outros países?
  • Como é a política na Dinamarca?
  • No Brasil você já foi a todos os estados?
  • Onde você quer ir ainda no Brasil?
  • Em qual estado brasileiro você moraria?
  • Porque você (talvez) moraria em Florianópolis?
  • Dê algumas dicas pra quem quer pedir carona?
  • Você foi pra Dinamarca sem nada, e buscou emprego lá?
  • Quando você está pensando em alçar vôo de novo?
  • Como você decide seus destinos?
  • Como você acha que são as condiçōes de trabalho na China?
  • Quais línguas você fala? Você estou dinamarquês?
  • O que te inspira?
  • Como é viver em outra cultura? 

Se quiser assistir ao vídeo:




Para quem tiver interesse, uma outra mídia local da minha cidade natal comentou em 2014 sobre o My Hitchhiking Spots, aquele aplicativo de celular que fiz para caroneiros. Para ler, clique aqui.

Sobre minha cara ter sido impressa na revista VejaBH, leia mais aqui.

No comments :

Post a comment