26/03/2010

dormindo numa kombi abandonada num posto de gasolina em Ponte Nova (MG)

eu tinha vindo de carona de Viçosa até Ponte Nova pra tomar umas cachaça com coca-cola com a galera de Ponte Nova.
passei a noite lá com a galera e deu a hora do povo ir embora.
PROBLEMA! ninguém podia me hospedar aquela noite.
eu tava lá, sozinho anoite na rua de Ponte Nova..
fui pensando onde eu poderia dormir, ou pelo menos um lugar seguro pra passar a noite.
primeira tentativa: já era madrugada, a rua vazia, fui num posto que tava fechado, mas vi que tinha um vigia lá dentro.
fui lá chamar.
- Moço!
- Opa. - meio com cara de desconfiado
- Eu preciso passar a noite aqui na rua até amanhã cedo, posso deixar minha mochila aqui com você e pegar ela quando terminar seu turno?
acho que ele achou aquilo estranho e preferiu dizer não..

FERROU! fui andando e pensando o que fazer. cheguei no Guarapiranga e vi o vigia de lá.
- Opa!
- Opa..
- Moço, que horas acaba seu turno?
- Às seis horas.
- Por aqui é tranquilo? Que eu vô deitar aqui no canto pra poder dormir e ir pedir carona pra Raul Soares quando o sol sair..
- É..
e completou:
- Você pode dormir numa kombi que tá aqui do lado, não tem problema..
- Noh, sério?
- É, pode ir lá a porta tá aberta..
- Valeu então..

e lá fui.. fazia frio pra caramba! eu tive altos pesadelos durante aquela noite, dormindo torto dentro da combi com a perna no volante.. os pesadelos que eu tinha que eram esquisitos, eu tava sonhando com números, parece que eu tentava fazer umas contas e não chegava na resposta, aquilo fazia uma bagunça na minha cabeça que me encomodava.
deu 6h da manhã, o cara nem precisou ir me chamar que eu já tava acordado e fui lá agradecer, depois parti caminhando pra saída da cidade.

eu tinha hospedagem e não sabia

chegando na saída, um cara lavando o carro.
fui pedir uma folha pra fazer plaquinha com nome da cidade pra onde eu ia.
ele chamou a mulher dele, ela apareceu e mandou eu subir!
me perguntou sobre esse lance de pegar carona, e ficamos conversando.
ela ofereceu café da manhã! e eu aceitei.
quando contei que tinha dormido no posto ela disse:
- Oh!! Mas porquê você não veio dormir aqui??
kkkkkk, eu ri. como eu ia dormir lá, era a primeira vez na minha vida que eu tava falando com ela!
ela ofereceu a casa dela pra eu dormir quando eu estivesse por lá novamente e tudo mais! ahuahau
agradeci tudo, e terminei de chegar no ponto pra pedir a carona.
logo já estava num carro, e logo cheguei a Raul Soares.

caminho percorrido:

No comments :

Post a comment